Projeto incentiva compostagem doméstica em escolas municipais

0

O reaproveitamento de resíduos orgânicos para a produção de adubo agora faz parte de mais uma das atividades da comunidade escolar do município de Augusto Corrêa. De olho na preservação do meio ambiente e no combate ao desperdício, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) desenvolveu o “Projeto Compostagem Doméstica, Ambiente Fértil e Sustentável Orgânico Não é Lixo”, para aproximar do cotidiano dos estudantes atitudes que conduzem a um comportamento ecologicamente correto.

Eduardo Cardoso, Diretor de Meio Ambiente da SEMMA, explica que a proposta foi implementada como projeto piloto em maio deste ano, na Escola Municipal São Miguel, no bairro Santa Cruz. Após a apresentação do modelo para os alunos, a secretaria deixou uma composteira para ser abastecida pelo próprio corpo escolar, onde podiam ser descartados produtos como casca de frutas e ovos, folhagem e restos de alimentos.

Na manhã desta quinta-feira (17), após cinco meses do primeiro contato com a escola, Cardoso voltou à unidade para conferir o resultado da experiência, que é desenvolvida em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), e constatou que a iniciativa deu certo.

“A compostagem doméstica da escola São Miguel deu o resultado esperado. Além do adubo seco também temos o chorume que possui uma grande carga nutricional para os vegetais”, explicou o diretor de Meio Ambiente ao revelar que o composto orgânico produzido pela São Miguel vai ser utilizado exclusivamente na horta e jardim da própria escola.

Segundo Eduardo Cardoso, o projeto se estenderá para as demais escolas. “A ideia é diminuir o lixo doméstico do município e transforma-lo em adubo para hortas e jardins. Contamos com o apoio dos alunos e dos professores na construção de um meio ambiente mais preservado. Se levarmos em consideração a experiência da Escola São Miguel, o projeto já deu certo”, concluiu Eduardo Cardoso, da SEMMA.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade