Começou a reforma da Escola Municipal Professora Rosa Athayde

0

Começou no último dia, 27 de agosto, o trabalho de reforma da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Rosa Athayde, localizada na sede municipal. Estão sendo investidos R$609 mil provenientes do Fundo Municipal de Educação e do Fundo de Valorização da Educação na obra que deve ser entregue em dezembro deste ano.

A prefeitura de Augusto Corrêa, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), não mediu esforços para resolver as urgências necessárias. Depois dos trâmites legais de licitação, a construtora J.Emapac – Construções iniciou a obra que vai proporcionar maior comodidade e conforto para os alunos e servidores.
Para a aluna Maria Eduarda Brito, 16 anos, essa é uma boa notícia para todos os alunos matriculados na instituição. “Eu estou feliz sim. Essa escola é muito importante para educação de todos nós. Compreendemos as dificuldades do município, mas nunca perdemos a esperança de ver ela funcionando novamente”, afirmou a estudante do 6º ano.

Em 2019 estão matriculados na Rosa Athayde cerca de 1.500 alunos do 6° a 9° ano, distribuídos três turnos manhã, tarde e noite. “Agora teremos salas de aulas confortáveis, além de modernas instalações. Os alunos terão uma infraestrutura adequada de ensino”, contou a secretária de Educação, Rosenilde de Assis ao falar o do investindo que a gestão municipal tem feito na da educação em Augusto Corrêa.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Rosa Athayde é uma das mais tradicionais instituições de ensino de Augusto Corrêa. Fundada em 1973, ganhou um prédio próprio depois de 15 anos de fundação, em 1988. O professor Almerindo Filho faz parte do corpo docente da escola e lembra que esse ano fazem 31 anos da inauguração da estrutura da unidade escolar.

“Essa reforma é como se fosse um presente de aniversário que ela está recebendo. Está chegando em boa hora, tanto no que diz respeito à segurança, como na parte física que abrange pintura e refrigeração dos espaços pedagógicos e salas de aula. Só nos resta agradecer a gestão municipal pelo empenho nesta obra”, destacou o professor Almerindo Filho, que está ansioso para ver a escola pronta.Começou no último dia, 27 de agosto, o trabalho de reforma da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Rosa Athayde, localizada na sede municipal. Estão sendo investidos R$609 mil provenientes do Fundo Municipal de Educação e do Fundo de Valorização da Educação na obra que deve ser entregue em dezembro deste ano.

A prefeitura de Augusto Corrêa, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), não mediu esforços para resolver as urgências necessárias. Depois dos trâmites legais de licitação, a construtora J.Emapac – Construções iniciou a obra que vai proporcionar maior comodidade e conforto para os alunos e servidores.
Para a aluna Maria Eduarda Brito, 16 anos, essa é uma boa notícia para todos os alunos matriculados na instituição. “Eu estou feliz sim. Essa escola é muito importante para educação de todos nós. Compreendemos as dificuldades do município, mas nunca perdemos a esperança de ver ela funcionando novamente”, afirmou a estudante do 6º ano.

Em 2019 estão matriculados na Rosa Athayde cerca de 1.500 alunos do 6° a 9° ano, distribuídos três turnos manhã, tarde e noite. “Agora teremos salas de aulas confortáveis, além de modernas instalações. Os alunos terão uma infraestrutura adequada de ensino”, contou a secretária de Educação, Rosenilde de Assis ao falar o do investindo que a gestão municipal tem feito na da educação em Augusto Corrêa.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Rosa Athayde é uma das mais tradicionais instituições de ensino de Augusto Corrêa. Fundada em 1973, ganhou um prédio próprio depois de 15 anos de fundação, em 1988. O professor Almerindo Filho faz parte do corpo docente da escola e lembra que esse ano fazem 31 anos da inauguração da estrutura da unidade escolar.

“Essa reforma é como se fosse um presente de aniversário que ela está recebendo. Está chegando em boa hora, tanto no que diz respeito à segurança, como na parte física que abrange pintura e refrigeração dos espaços pedagógicos e salas de aula. Só nos resta agradecer a gestão municipal pelo empenho nesta obra”, destacou o professor Almerindo Filho, que está ansioso para ver a escola pronta.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade