Secretaria de Agricultura Realiza Seminário de Indicação Geográfica da Farinha

0

Na manhã desta quarta-feira (19), a Secretaria Municipal de Agricultura (Semag) realizou o Seminário de Indicação Geográfica: Fomento e Tendências, com foco na farinha produzida na Região Bragantina que busca o indicativo como registro de um produto único, com características exclusivas.

Durante o seminário foi apresentada a Política Estadual de Indicações Geográficas que busca a proteção do conhecimento do “saber fazer” dos produtores e das características específicas que a tornam o produto “único”, como é o caso da região Bragantina que é famosa pela produção da farinha. O reconhecimento da fama e originalidade do produto, atribuídas às práticas antigas e repetidas dentro de regiões e localidades determinadas é o que preconiza o reconhecimento de Identificação Geográfica (IG).

A técnica da SEDAP Márcia Tagore explanou sobre a Identificação Geográfica da Farinha de Bragança que abrange cinco municípios do Nordeste Paraense, microrregiões Bragantina e Guamá, sendo estes: Bragança, Augusto Corrêa, Tracuateua, Santa Luzia do Pará e Viseu. Esses municípios representam a notoriedade do meio geográfico de origem na produção da farinha de mandioca com características especiais.

“Essa iniciativa é de suma importância para valorização da agricultura familiar e para a cadeia produtiva da farinha de mandioca. Além de incentivar a expansão da mandiocultura no nosso município e o melhoramento da cultura, das casas de farinhas e do ator principal do processo: o agricultor familiar”, destacou a Engenheira Agrônoma da SEMAG, Virgínia Silva que acredita que essa valorização contribui para o desenvolvimento social e empoderamento do trabalho desenvolvido no campo.
A importância da IG da farinha de Bragança para o desenvolvimento regional e a construção de uma agenda de atividades também integraram a pauta do evento, mostrando que o produto que possui Identificação Geográfica tem agregação de valor, impactando na economia, ampliando o mercado, atraindo novos clientes e, consequentemente, criando novos empregos, aumentando a renda e valorizando os imóveis na região delimitada da IG.

O evento que aconteceu no salão da N.A. Eventos, reuniu servidores municipais e técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater).

 

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade